Plus Size Inspiration

✩ Flúvia Lacerda – Primeira modelo Plus Size na capa da Playboy.

Para fechar o ano de 2016 com chave de ouro no meio Plus Size, que foi de muitas conquistas e algumas desconstruções. Tivemos a notícia de que a modelo Flúvia Lacerda foi convidada para fazer a primeira capa da Playboy, bem como posou nua para matéria da revista. O bacana é que ela pode escolher o cenário e as fotos que a representam de fato.

A modelo de 36 anos, carioca que vive em Nova York escolheu como cenário das fotos a Amazônia, onde foi criada. Dona de uma beleza exuberante e uma simplicidade ímpar, é ícone e referência no meio Plus.

Mais do que a sensualização do corpo da mulher, isso representa mais um passo contra o preconceito e o posicionamento da mulher plus Size na sociedade.

A Flúvia sempre foi uma influência muito positiva na moda Plus size e é inspiração de diversas mulheres que vieram a se aceitar e se amar depois de conhecer o seu  trabalho (me include), logo, todo sucesso que ela conquistar com certeza irá refletir de forma positiva na vida de muitas mulheres gordas e na sociedade de alguma forma.

Acho muito digno uma mulher gorda e/ou de corpo real poder estar na capa de uma grande revista. É a realidade, a vida como ela é.

Em resposta a revista Época quando questionada sobre fazer dieta, Fluvia responde;

Nunca senti essa necessidade, porque nunca fiz a associação de que, para ser feliz, concretizar meus sonhos, eu precisaria ser magra. Muitas mulheres associam ser feliz ao tamanho do seu manequim…isso nunca aconteceu comigo. Nunca quis me enfiar em um molde que eu não era o meu.

Desejamos muito sucesso para a querida Fluvia!♡

Beijos Plus.

Bia Peca

Plus Size Inspiration

Fotografia: Chico Audi Vestido: Melinde

Era apenas mais um dia comum no meio plus size quando de repente vi Mayara Russi estampando uma campanha do Banco Santander.
Mayara já é modelo profissional muito requisitada e conceituada entre as campanhas realizadas no meio plus size, não deveria ser surpresa alguma ser contratada como modelo para qualquer campanha, principalmente por sua experiência e beleza incomum. Mas infelizmente ainda é, isso porque ainda não há participação ativa de modelos plus size em campanhas publicitárias que não sejam direcionadas ao segmento plus.

O que não faz nenhum sentido visto que homens e mulheres gordas são consumidores também e modelos plus size são profissionais como modelos de tamanhos “convencional”, Já foi inclusive discutida a possibilidade de retirar o termo plus size da carreira de modelo, denominando apenas a nomenclatura “modelo”, mesmo porque “plus size” é o termo que denomina algo de tamanho acima de “X” padrão, logo quando esse padrão for extinto não fará mais sentido o termo plus size.

Enquanto isso não acontece, consideramos essa campanha como mais um “passinho” na conquista de igualdade e respeito.

Enquanto algumas marcas e lojas de roupas plus size pecam em não diversificarem os o padrões das modelos contratadas para representarem suas consumidoras, essa campanha nos ajudou a derrubar mais um “pedacinho” da barreira do preconceito para encaixamos um pouco de “representatividade”.

Porém, devemos deixar claro que isso deveria ser o normal e não algo louvável, a idéia é chegarmos a um tempo em que não seja necessário fazer um post como esse.

Mas não podemos deixar de parabenizar o Banco Santander pela atitude e sensibilidade (muitas vezes ignorada por outras empresas) de entender que todos devemos ser tratados igualmente.

Todos utilizamos serviços bancários, gordos, negros, gays, idosos, portadores de necessidades especiais, não é justo sermos representados apenas pelo “padrão” de sempre.

Parabéns pelo “close” Banco Santander e obrigada Mayara, por sempre nos representar maravilhosamente!

Mayara Russi é Modelo profissional Plus Size a 12 anos.